Globo.com: Mari enfim volta a jogar, e Rio de Janeiro passa fácil pelo Mackenzie

Não foi necessário ficar do lado de fora e torcer pelo “vem” do treinador. Neste sábado, Bernardinho escalou Mari como titular, e a ponteira, recuperada de uma cirurgia no joelho direito, enfim voltou a jogar, depois de mais de cinco meses de molho. O Rio venceu o Mackenzie com facilidade – 3 sets a 0, parciais de 25/12, 25/19 e 25/18 – e garantiu a liderança da Superliga feminina.

Mari teve de operar o joelho direito em agosto e ficou fora do Mundial de Japão. Depois de uma cirurgia para reconstruir o ligamento e de muita fisioterapia, foi liberada para jogar na semana passada. Disse que estava com “fome de bola”. Relacionada para a partida contra o Minas, na quinta-feira, viu, do banco, o Rio suar para vencer.

– Agora foi. De uma vez só. Não teve nada fácil nem nada difícil. A tensão já tinha passado na quinta-feira, contra o Minas. Fiquei um pouco apreensiva até marcar o primeiro ponto, e aí me soltei em quadra. Não esperava jogar três sets. Foi muito bom. O joelho está ótimo, não reclamou em nenhum momento. E também não tive dores – afirmou Mari.

A jogadora só admitiu nervosismo para prestar bastante atenção no que o técnico Bernardinho falava para não perder nenhuma instrução.

– Ele fala muito rápido – destacou.

A partida deste sábado valia a liderança. Com a vitória, o Rio de Janeiro agora tem 31 pontos, um a mais do que o Osasco, que passou pelo São Bernardo.

Fonte: Globo.com

Foto: Fernando Soutello/ adorofoto